Buscar
  • Rodrigo Moreira

A Quarentena está me deixando ansioso! E agora?

Por Juliana Polonio - Instrutora KSP

Estar com nossos amigos e familiares, passear livremente, comer em um restaurante legal, ir para o trabalho normalmente, tudo que fazíamos antes de aparecer o Covid-19 e mudar nosso estilo de vida. Como essas coisas nos fazem falta, não é?

A quarentena se fez necessária, alguns fazendo home office, outros usando a criatividade para produzir coisas novas, tiveram aqueles, que infelizmente, perderam suas fontes de renda. Os pais se tornaram professores e se viram frente a uma rotina insana com os filhos em casa, que loucura!

De acordo com a declaração da Organização Mundial da Saúde, uma pandemia mundial desencadeia uma onda de impactos econômicos, sociais, políticos e, principalmente, na saúde, tanto física, quanto mental.

Normalmente, não sabemos lidar com uma doença ou um fato desconhecido que chega sem aviso prévio, isso gera medo e ansiedade, que são reações comuns frente a pandemia. Segundo artigo do HCor, a ansiedade pode desencadear atitudes como: Enxergar perigo em tudo, buscar comida a toda hora (principalmente doces), alterações de sono, dores musculares, ter preocupação em excesso, sentir que está perto de entrar em pânico, ficar muito agitado, ter alguns medos que você mesmo acha que são irracionais. Pode ainda gerar alguns desconfortos físicos, como sudorese, falta de ar, taquicardia, boca seca, tonturas e náuseas.

Você se identificou com algumas dessas reações? Então, vamos focar no que podemos fazer para diminuir a ansiedade.

A OMS recomenda que neste momento deve se manter rotinas e tarefas regulares sempre que possível e manter a rotina familiar diária, principalmente nos lares onde se tem a presença de crianças. Outro ponto importante levantado é a realização de atividade física. Fique atento com os sintomas mais agressivos, pode ser o caso de procurar ajuda médica especializada.

O Pilates, nesse caso, é um método super indicado, já que tem como um dos princípios a respiração, grande aliada contra a falta de ar em um momento de crise de ansiedade, além de oxigenar melhor o sangue e melhorar sua capacidade e função respiratória. Outro princípio importante é a concentração necessária para realizar os exercícios, nos ajudando a manter a atenção em algo bom e positivo. Os movimentos vão ajudar na diminuição da tensão muscular e alívio das dores, além de liberar o hormônio endorfina durante e depois da prática, o que traz sensação de bem estar.

Não fique parado nesse momento, Joseph Pilates dizia: “A mudança acontece através do movimento e o movimento cura”.

19 visualizações
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • insta

Todos os direitos reservados ao Körper Studio® Pilates | 2018

Empresa Parceira |